Resenha #8 - Annástria O Príncipe dos Deuses, Selène D' Aquitaine


Livro: Annástria e o Príncipe dos Deuses
Autor(a): Selène D’Aquitaine
Número de páginas: 352
Editora: Ícone

Sinopse: A história se passa em vários ambientes. Um dos ambientes é o reino Annástria. Os deuses dessa dimensão estão em conflito por causa de uma profecia. Memória e Strass sãos os deuses supremos, e Satine é a deusa das Trevas. Tudo começa quando uma profecia declara que Annástria está a beira de cair, o filho dos deuses apaixona-se por uma mortal e a partir daí uma séria de desventuras começam a acontecer. De acordo com a profecia a única esperança de Annástria é o filho de Strass, o pequeno Darin. Satine envia seu mais leal servo, Rorek, para pegar o filho de Strauss. Darin tinha asas de anjo quando era bebê, mas Rorek as cortou, e com isso Darin perdeu parte da sua divindade. Ele é deixado aos cuidados de Pandora para viver entre na dimensão dos humanos. Darin precisara da ajuda de uma garota chamada Ímpar para completar sua missão. Juntos eles precisam vencer 7 desafios e recuperar as penas das asas de Darin.

Resenha

É incrível como um livro de papel me faz sentir tantas coisas. Com Annástria e o Príncipe dos Deuses foi assim. Eu recebi os dois primeiros volumes da trilogia em parceria com a autora. Não vou começar a falar da capa do livro, como eu sempre começo. Porque a história me empolgou tanto que quero compartilhar ela logo com vocês.

Darin é um garoto que nunca aparentou ser normal. Ele é um anjo. Suas asas foram arrancadas quando pequeno, e espalhada por várias dimensões. Acompanhado por seu fiel artémis, chamado Artenis. Ele vive com Pandora, uma mulher que nunca lhe falou sobre seu passado. Até o dia que ele encontra um artefato capaz de ver o passado.

Darin descobre que precisa da ajuda de uma jovem feiticeira que está adormecida há anos, que tem uma estranha ligação forte com ele. Ligados num destino de enfrentar sete provas para recuperar as asas de Darin, eles vão para a missão.

A única coisa que eu não gostei do livro, foram alguns erros de impressão e por ser narrado em terceira pessoa. É que em algumas partes a autora colocava “Impar fala, etc” e eu fiquei meio confusa nessas partes, mas fora isso, eu adorei o livro.

Se você gosta de Harry Potter ou livros de fantasia irá adorar esse livro. O universo que Selène cria é impressionante, pois não é tão fácil escrever um livro assim. E poxa... o final foi tão inesperado. Só sei que já corri para o segundo livro. E sei que você vai fazer o mesmo se ler.

Classificação:

Adorei e recomendo!

3 comentários:

Anderson Brandão Lustosa disse...

Eu também o li e o adorei e prepare-se que o segundo é em primeira pessoa e é fantástico.

Camila Fernandes disse...

Nunca tinha ouvido falar desse livro. Mas parece ser ótimo! Gosto muito do gênero fantasia.
Também achei a capa muito fofa!
Beijinhos!

Parabéns pela resenha!
Camila.
loucuradelivros.blogspot.com.br

Valmar Ferreira disse...

Adorei a resenha, a capa do livro é fofinha *-*, o livro parece ser bem legal :D
Assim que der irei arrumá-lo para ler.
Beijos!
http://valmarferreira.blogspot.com.br

Postar um comentário


up